Seilá, só postei por postar mesmo.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Seilá, só postei por postar mesmo.

Mensagem por Harley Quinn em 4/12/2015, 21:50

Esse texto era parte da minha ficha da fic Soul Eater: New Generations que eu deixei de fora no final por motivos de que tava ficando grande pra caralho, só fiz ele para mostrar como o Nêmesis manipula ela...
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

O bar estava cheio  naquela tarde calorosa, os homenzarrões riam alto e o lugar fedia a álcool devido à bebida derramada no chão pelos bêbados. A jovem entrou no bar e alguns atentaram para ela, se perguntando o que aquela pequena donzela fazia em um boteco fedido cheio de gente fedida como aquele. O dono do bar e bartender se entretinha com um livro cheio de cruzadinhas quando Wanda chegou. "Pergunte à ele!", disse uma voz na mente da jovem garota. Ela caminhou até lá e sentou em um dos bancos frente ao balcão, "peça uma bebida", ela pediu uma dose dupla de Whisky e então empinou tudo de uma vez, deixando o dono do bar boquiaberto.

― Mas então... O que traz esta bela rosa delicada ao meu velho bar? – perguntou o homem atrás do balcão, ele era alto, gordo, barbudo e careca.

"Sinalize que sabe das lutas"

― Ouvi dizer que há rinhas aqui e que as apostas são bastante avantajadas.

O bartender deu uma gargalhada e olhou para alguns homens que estavam bebendo em uma mesa.

― Ela quer saber sobre rinhas! HaHaHaHa – Sua risada não era nem um pouco suave, e desagradava os ouvidos de Wanda, porém aquilo era necessário para ela chegar onde queria. – Escute aqui bonequinha, rinhas são ilegais e eu não me atrevo a mexer com coisas ilícitas no meu bar! – falou sussurrando.

"Diga que gostaria de fazer apostas."

― Uma pena, passei hoje cedo e saquei uma boa quantia, estava disposta a apostar, mas já que aqui não é o lugar...

― Calma ruivinha, como eu disse eu não lido com isso no meu bar. – Falou ele largando o livro de 'racha-cucas' e cruzando os braços. – Mas talvez você deva se apresentar ao meu irmão, ele tem... “Um empreendimento”, se é que me entende, nos fundos do meu estabelecimento.

Após terminar de falar ele indicou uma porta à Wanda. Nos fundos do bar existia um pequeno ringue encima de algumas grades, o lugar era bem escuro e iluminado apenas pelas luzes e uma pequena janela de vidro, não havia ninguém ali naquele momento, pelo o que o informante havia dito o local lotava a noite quando tinha música alta no bar e ninguém ouviria o barulho causado pelas lutas. Mais ao fundo em uma mesa quatro homens pareciam jogar baralho enquanto um quinto fumava frente a uma janela de vidro quebrada.

"Pergunte por ele"

― Augustine Breslim? – perguntou Wanda chamando atenção dos quatro homens, que se assustaram com a presença da jovem e instintivamente sacaram suas armas.

― Cuidado ai pequena, você nos assustou, podiamos ter te matado. – falou um dos que jogavam baralho enquanto guardavam de volta suas armas.

― Imagino que Augustine Breslim seja você, não? – Perguntou Wanda novamente, desta vez apontando com a cabeça para o homem que fumava próximo a janela.

― Suposição correta querida, o que deseja comigo?

― Eu vim até aqui especialmente para ver o senhor... – antes que terminasse, Augustine a interrompeu.

― Faz tempo que não me presenteiam com uma meretriz... – disse Augustine enquanto apagava seu cigarro e se aproximava da moça. – E qual seria sua graça? – Ele passava a mão no cabelo ruivo de Wanda, que sorriu delicadamente.

― Wanda Maximoff. – O clima pareceu mudar ali, a tensão foi de zero para mil. Augustine se afastou rapidamente de Wanda.

― Olha, ou você é uma criança burra que gosta de ser estuprada e veio aqui me pregar peças sabendo o que iria lhe acontecer, ou... – Falou céticamente até ser interrompido por Wanda.

― Ou eu sou mesmo realmente a Sombra Noturna e estou aqui por que os Capone ofereceram uma gorda recompensa para quem lhe levasse vivo até eles.

Neste momento os quatro homens, que antes apenas assistiam a cena sem entender muita coisa, perceberam que aquela era a mercenária conhecida como Sombra Noturna e então se levantaram e se puseram a frente de Augustine. Um dos homens usava duas espadas de lâmina curva, enquanto outros dois apontavam ambos duas metralhadoras na direção de Wanda. O quarto homem ao se levantar mostrou ser bem alto e muito musculoso, ele andou lentamente até a garota.

― Achei que você fosse uma lenda para assustar gente como nós, os chamados “capangas”, mas agora olhando para você eu vejo que não mete medo algum, é como uma boneca de feita de vidro... – falou ele parado enfrente a Wanda, a diferença de tamanho dos dois era notavelmente grande, Wanda era uma criança perto daquele brutamontes.

― Rapazes, eu realmente quero evitar um confronto desnecessário contra vocês quatro. – falou ela calmamente. – Entendo que foram pagos para proteger este homem, mas o fato é que ele andou fazendo coisas erradas com a gente errada, e agora existe um prêmio pela cabeça deles. E assim como vocês fazem o trabalho de vocês eu apenas estarei fazendo o meu, então o que acham de evitar um banho de sangue?

O grandão riu, ainda parado enfrente a ela.

― Proposta ridícula criança, você realmente acha que pode com quatro caras ao mesm... - ao mesmo tempo em que o brutamontes falava Nêmesis disse: "Mate-os".

― Bem, se essa é a resposta de vocês...

Wanda com um único movimento apontando o braço na direção do grandalhão lançou várias correntes que entraram no abdômen e se espalharam por dentro de seu corpo, ele não conseguia gritar, o movimento das correntes dentro de seu corpo fazia com que seus órgãos fossem esmagados. A dor era como se algo o estivesse triturando de dentro para fora.

― Por isso eu prefiro fazer isso a noite, me da o elemento surpresa e assim eu não preciso atacar de frente e sujar a minha roupa.

Wanda então puxou seu braço rente ao corpo e então as correntes se separaram uma para cada lado, esquartejando completamente e instantaneamente o homem. Então os outros dois começaram a atirar contra ela. Porém sua aparência estava diferente, o corpo dela estava coberto de correntes que a protegiam das balas fazendo com que estas ricocheteassem, ela correu e com um único soco - sua mão estava envolta nas correntes. - lançou um dos homens que atiravam nela contra a parede, ele já caiu morto com o rosto totalmente amassado e cheio de sangue, o outro que atirava saiu correndo e antes que chegasse até a porta de saída seu corpo começou a pegar fogo e alguns segundos depois ele parou de se debater e morreu.

― Ohh, combustão humana espontânea... O mau da nova década! – Falou ela ironicamente, indo em direção a Augustine que estava atirado contra uma parede encima de uma poça de urina e tremendo de medo. – Não sei por que as pessoas sempre pegam fogo quando estão perto de mim! Três almas flutuando... Espera, não era quatro guardas?

As luzes se apagaram repentinamente fazendo com que quase tudo ficasse escuro. O espadachim de dois sabres provavelmente contava com o elemento surpresa para atacar Wanda, entretanto...

― Você sabia Augustine, que eu possuo uma habilidade muito legal que me permite perceber as diferenças de calor a minha volta? Eu chamo de radar térmico. E você sabia também que o movimento gera calor? Pois é. Isso significa que o seu coração pulsando dentro do seu peito gera calor, alias todo o seu corpo gera calor, então eu consigo “ver” claramente todo o ambiente apesar de toda essa escuridão.

Logo após terminar de falar o homem silenciosamente correu das sombras até Wanda para atacá-la de costas, já que ela ainda estava olhando para Augustine. Antes mesmo que ele chegasse a uma distância para que suas lâminas alcançassem Wanda, uma corrente com um peso de chumbo na ponta atingiu sua cabeça de cima para baixo, fazendo com que ele caísse aos pés de Wanda. Ainda zonzo ele viu ela virar-se e olhar para ele, ao ver seus olhos ele sentiu como se ela fosse um ser vazio, uma casca sem sentimento nenhum. Então ela apontou sua mão com a palma aberta para seu rosto e o queimou com um jato de fogo.

― Vamos? – Wanda começava a enrolar uma grossa corrente envolta de Augustine. – A recompensa é por você vivo, então não tente se soltar dessas correntes se não você morrerá esmagado.


************


― Como sempre, tudo certinho. – Falou ela enquanto contava o dinheiro que Al Capone II havia lhe pagado.

― Mas é claro, desde quando eu deixei de te pagar o que foi prometido? – Falou um homem baixo e usando um chapéu preto, o local estava tomado por fumaça de xaruto. – Escute Wanda, há boatos de que as bruxas criaram três novos Kishins...

― Não me leve a mal amigo, mas se tem a ver com Kishins logo envolve a Shibusen, e eu não gosto de tomar partido nem pra Shibusen muito menos para as Bruxas...

― E eu sei disso, apenas estou te contando que junto com esses novos Kishins foram criados três selos que são as únicas coisas capazes de detê-los... Pense no quanto poderíamos lucrar ao barganhar com Shibusen ou até mesmo com as bruxas, elas querem destruí-los antes que sejam usados...

"Ele tem razão Wanda, isso pode valer alguma coisa. Sem falar no poder que três kishins completos possuem..."

― Você tem razão... Pode ser algo interessante... – Falou ela pensativa, parecia esperar uma aprovação de Nêmesis.

"Agora seja gentil e sorria Wanda."

E então ela abriu um belo sorriso.
avatar
Harley Quinn
Coordenador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum