Soul Eater: New Generation

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Soul Eater: New Generation

Mensagem por God Audino' em 26/11/2015, 23:44



Episodio 0: Prólogo Miau
tags: With Claricie X Notes: Happy X Clothes: None X Música: Smile MLP

-/-/-/- Anos depois da morte do kishin Asura - Em algum pântano por ai -/-/-/-

-Precisamos de mais daquela erva! - Dizia a jovem bruxa enquanto remexia o caldeirão borbulhante e fervente.
Claricie:
-Miauuuuu *espreguiça*, já estou indo buscar... - Disse o gatinho enquanto ronronava na perna de sua dona.
Snowy:
No mesmo instante, no mesmo pântano em algum lugar próximo:
-*falando em outra língua, já traduzindo* Oh, senhor kishin, vim trazer a oferenda.
De repente uma mão negra e gigante feita de sombras agarra a pessoa que trazia a oferenda, e puxa ela até as sombras da catacumba, o som dos gritos podiam ser ouvidos até a casa da jovem bruxa.
-Miauuu, voltei com as ervas :3 - O gatinho volta para a perna da dona e larga as ervas no chão.
-Ei! Você escutou isso? Parece um grito vindo de não muito longe daqui... - Dizia preocupada.
-Nah, não deve ser nada, isso acontece todo dia... - Falava o gatinho enquanto ronronava pedindo carinho - Miau :3, agora esquece isso e me faz cafuné!
-Dessa vez eu sinto algo diferente, como se fossem varias almas de ovos de kishin... E parece que tem algo maior, algo diferente... - De repente algo quebra a janela - O qu--.
-Blarhakgkagbkuab!!! - Ovos de kishin com uma aparência igual a diabretes começarão a pular pela janela enquanto olhavam com um olhar penetrante nos olhos de Claricie.
-Rápido Snowy, pegue a vassoura! - Os dois corriam em direção ao porão, onde estava a velha vassoura de Claricie.
-Blarhkdjnaicndia! (peguem-na) - Dizia um dos ovos maiores.
Os diabretes seguiram Claricie e Snowy em uma fuga desesperada até a cidade, antes de chegarem aos portões foram parados por dois jovens: Rachel e Theo.
-Rápido Theo, transforme-se! - Dizia Rachel enquanto Theo se transformava em uma foice de duas laminas - Tamashii no Kyoumei!!! (Ressonância da alma) - As duas almas logo uniram seu poder em uma só, aumentando o tamanho das laminas e adicionando um brilho intenso.
Rachel empunhava Theo com carinho e confiança, logo cortando ao meio muitos diabretes enquanto rodopiava segurando a foice. Claricie e Snowy logo começarão a se afastar, pois viram nos jovens um enorme perigo.
A dupla finalmente acabou o massacre, e logo suspiraram, Claricie da um passo falso e quebra um galho, chamando a atenção dos dois.
-Huh, olhe Rachel, uma bruxa! - Dizia Theo já se transformando - Não pense que vai escapar assim tão fácil de nós!
-/-/-/- Fim do ep 0 -/-/-/-
Thanks Panda
avatar
God Audino'
Coordenador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soul Eater: New Generation

Mensagem por God Audino' em 29/11/2015, 22:59



Episodio 1: O gatinho e a

bruxa contra os mocinhos

desalmados
tags: With Claricie X Notes: Scared X Clothes: None X Música: Itanhaem
O clima ficou tenso, de repente o céu ficou escuro e cheio de nuvens, parecia que ia chover a qualquer momento, Claricie estava morrendo de vergonha e arrependimento por te ido aos portões da cidade, os dois estavam com medo, aqueles "mocinhos" pareciam muito mais perigosos do que qualquer outra dupla, eles tinham algo diferente...
-Claricie, por acaso... Essa é sua primeira batalha? Você está tremendo muito... - Dizia enquanto olhava para a dona com um olha decepcionado.
-Huh... S-sim, não me olhe com essa car-- - A bruxa é interrompida pelos jovens.
-Se continuar falando vai morrer facilmente, aproveita e toma um chá com a sua bola de pelos no inferno! - Dizia Rachel com um sorriso maligno empunhando Theo para cima dos dois, Claricie tentava desviar a todo custo. - Fique parada bruxa maldita!
-Há, quero ver me pegar, esquilo, squirrel, walnut e chestnut! Decrease! - A bruxa em sua roupa de esquilo de repente começou a ficar pequenininha, do tamanho de um esquilo, logo ela morde a perna de Rachel, que deixa Theo cair sem querer. - Sua vez Snowy!
-Deixa comigo! Purr Clones! - O pequeno gatinho logo não era só um, do nada vários outros gatinhos iguais apareceram, alguns seguraram Rachel pelos braços e pernas no chão e outros pelas pernas, enquanto o resto jogou Theo para bem longe.
-Ataque combinado! Purr Walnut! - Diziam Claricie e o verdadeiro Snowy, os dois estendiam seus braços, logo invocaram um feixe de luz alaranjado cheio de pelo e nozes em Rachel, enquanto era segurado pelos clones, a garota começou a cuspir sangue pela boca e então desmaiou com a dor.
-É o seu fi-- - De repente a parte de madeira de uma foice acerta a cabeça de Claricie.
Theo pega Rachel pelos braços e vai embora o mais rápido possível, com a cara vermelha de raiva, enquanto Snowy já sem os clones começou a ronronar em cima do corpo desmaiado de Claricie, dizendo: "Isso são horas para dormir? Perdeu uma presa fácil :3".

Algumas horas depois, em algum lugar não tão longe da casa de Claricie, no pântano:
-Hmm, parece que temos um novo alvo, parece beeem forte. - Dizia uma voz enquanto olhava para uma bola de cristal em que se podia ver a imagem de uma garota que andava sozinha pela floresta, muito séria e quieta, enquanto matava ladrões em um piscar de olhos com correntes com kunais na ponta.

Na casa de Claricie:
-Ei acorda, você dorme demaisss, parece até que levou uma surra de mim. - Dizia o gatinho todo serelepe em quanto pulava em cima da menina.
-Huuh, parece que caiu um tijolo na minha cabeça... - Retrucava a esquila enquanto coçava a cabeça sentindo uma dor insuportável. - Não sei como ainda estou viva, isso dói muito...
-Acalma o rabo! Fica deitada aqui na cama enquanto eu vou buscar algumas ervas pra você, e vê se não morre até eu voltar. - Disse o gatinho rindo já saindo pela janela.
Claricie caiu no sono e ficou dormindo, estava sonhando com um jovem príncipe dos sonhos que toda garota queria ter, o dia parecia lindo, borboletas, arco-íris, flores, tudo de bom. De repente o clima fica de chuva, o príncipe desaparece, as flores murcham e tudo fica escuro, aparece uma sombra e começa a gritar, Claricie tentava se mexer e gritar mas não conseguia, era como se algo ou alguém estivesse segurando ela.
A garota acorda desesperada e pula da cama, Snowy acaba de entrar pela janela e fica com uma cara de estranhamento.
-Ei, você está ficando doida ou o que? - Dizia o gatinho jogando as coisas que trouxe na mesa.
-Não é nada, foi só um pesadelo... Um pesadelo estranho... - A menina fica parada por alguns segundos recuperando o folego traumatizada, "Será que alguma coisa invadiu meu sonho?" ela pensava, perplexa enquanto olhava o chão.
-... - O gatinho fica sério por alguns segundos mas logo cai na risada - HAHAHAHahah-- Você ta brincando comigo né? Uma bruxa não tem pesadelos!
-Bem, se você não acredita em mim o problema é seu... Agora eu vou sair para fazer umas comprinhas onde todas as bruxas se reúnem, e você espertinho, fique aqui, elas vão pensar que eu não dou banho em você, você fede horrores! - Dizia a menina pegando sua bolsa e batendo a porta com força e raiva.
-Blá blá blá... Se é assim eu vou para o beco encontrar umas gatinha - Ronronava o gatinho todo sorridente enquanto pegava umas flores e saltava pela janela.

-/-/-/- Fim do ep 1 -/-/-/-
Thanks Panda
avatar
God Audino'
Coordenador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soul Eater: New Generation

Mensagem por God Audino' em 11/12/2015, 17:29


Soul Eater

Episodio 2:
Wanda Maximoff


O mundo... Por um lado podia ser um lugar bom e divertido, com varias pessoas boas e legais, mas, em compensação, o mundo podia ser um lugar horrível, triste e doloroso, cheio de pessoas más, morte e tristeza...
Era essa a vida de Wanda, vagando pelo mundo sem nenhum rumo, com seu "fiel companheiro" Nêmesis, sua arma demoníaca. O único objetivo de sua vida era apenas se beneficiar como uma mercenária, fazendo "trabalhos" difíceis para ricos em troca de boas recompensas.

-/-/-/- Em algum beco escuro em uma cidade aleatória em Nevada, de noite -/-/-/-

(Nota: você DEVE ler a ficha dos personagens que aparecem em cada episodio para entender suas ações e etc)

A cidade que era tão movimentada de dia logo parecia o paraíso pelo tamanho do silencio, podiam ouvir passos a quarteirões dali. Logo a paz foi aniquilada, muitos passos e silhuetas no muros estavam a correr, de repente uma "menina" com um aspecto dócil alcança as demais silhuetas.
Sangue... Muito sangue foi jorrado pelas paredes, alguns moradores olhavam escondidos de suas janelas atraídos pelo barulho, mas não conseguiam reconhecer a garota que com um simples apontar de dedos lançava varias correntes com laminas em suas pontas, matando um por um aquelas sombras.
-Isso foi desnecessário... - Dizia a menina, com um rosto frio e sem sentimentos, já com uma aparência nada meiga, coberta de sangue.
"Não, eles pegaram o que é seu... e além disso tentaram te matar antes", dizia uma voz na cabeça de Wanda, era Nêmesis, aquele ou aquilo que foi responsável pelas correntes dela. "Pelo menos você ganhou mais algumas almas... Você sabe que pode conseguir um dinheiro vendendo elas", continuava ele.
-Talvez você tenha razão... Mas prefiro evitar conflitos sem razão...
Wanda recolhe aquelas almas e o grande saco que elas haviam roubado, limpa sua roupa e se prepara para ir fazer seu próximo "trabalho".
-Então é essa? - Dizia uma voz vindo de um telhado - Este é o momento perfeito para atacar...
-Tem certeza, Asuka? - Disse uma voz com um tom mais delicado ao lado da outra voz - Não é melhor esperarmos ela sair da cidade?
-Shh, fique quieta Risa, assim ela vai nos ouvir! - Disse irritada enquanto tampada a boca da colega - Shh!
-HHHMMMMMHHMHMHM! - retrucava com a boca tampada, tentando tirar a mão de Asuka de seu rosto - Hmhmhmhm-- *suspiro*, pare com isso eu quase caIIIIIII-- - a garota cai do telhado em cima de uma lixeira aberta, Wanda percebe o barulho e logo olha para trás com todas as correntes preparadas.
"É só um gato, boba", disse Nêmesis tentando acalmar Wanda, que recolhia as correntes - Tomara que seja mesmo... - a garota sai da escuridão do beco e desaparece na cidade.
-Essa foi por pouco, quase nosso plano vai por água a baixo por culpa sua! - disse Asuka tentando se acalmar, parecendo um tomate de raiva.

-/-/-/- Base secreta do Al Capone II, meia noite -/-/-/-

O chefe da mafia esperava ansiosamente a visita da garota para dar sua próxima missão, o relógio batia doze horas, podia-se ouvir as goteiras do outro lado da parede, muita teia pelo lugar, a porta então se abre lentamente com um rangido ensurdecedor.
-Cheguei para receber a próxima missão. - disse Wanda abrindo um sorriso forçado.
-Bom te ver novamente, aqui está seu trabalho! - o homenzinho tira uma folha que estava sob sua mesa e entrega à Wanda, tinha a foto de duas garotas - Asuka Kuribayashi, e à direita Risa, seu objetivo é me trazer a alma da Asuka, mas se preferir pode deixar a outra viva ou matar junto para um bônus maior. Tome cuidado, Asuka é um fragmento de kishin, e sua parceira é um fragmento de shinigami, mas não são totalmente desenvolvidas para por o mundo no caos. Até logo e volte viva! - dizia o baixinho confiante de que Wanda vai conseguir.
Wanda olha atrás do papel e vê informações adicionais como costumes, lugares preferidos e etc, coloca o papel no bolso e vai embora.

-/-/-/- Praça central, no outro dia, meio dia -/-/-/-

-Ei Asuka... - Risa chamava a atenção da companheira enquanto faziam uma caminhada - Ouvi dizer que tem gente atrás das nossas cabeças... - dizia com um olhar doce.
-Como assim? Quem se atreveria e ter coragem de querer nos matar por dinheiro? - Disse furiosa - Só podem ser loucos! Ninguém ira se atrever a mexer comigo!
-Nós devemos andar mais atentas, principalmente à noite, não quero virar almoço - Falava com ar de quem tinha um plano - Por falar nisso, está na hora do nosso treino diário, vamos - As duas estavam na saída da praça quando batem de frente com alguém, Risa cai no chão.
-Você esta bem? - Asuka ajudava a amiga a se levantar - Presta atenção por onde anda, cabeça de minhoca. - As duas se preparam para sair logo dali quando olham para a pessoa que haviam trombado.
-E-e-ssa é a... - Risa rapidamente se transforma em uma foice - Wanda Maximoff!

-/-/-/- Continua... Enquanto isso vamos checar os stats: -/-/-/-

Status:
Stats (personagens até o momento na fic):

Almas coletadas (até o momento)

Wanda e Nêmesis = 15
Asuka e Risa = 0
Claricie e Snowy = 0
Theo e Rachel = 20

HP Base (definido pelo lv de OP do personagem):

Wanda: 1000
Asuka: 1000
Risa: 1000
Claricie: 700
Snowy: 500
Theo: 700
Rachel: 700


avatar
God Audino'
Coordenador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soul Eater: New Generation

Mensagem por God Audino' em 29/12/2015, 19:27

Soul Eater
Episodio 3: Oferta por cabeça


Asuka pega Risa do ar em sua forma de foice, e se preparava para atacar. A tensão aumentava, não haviam pessoas na praça naquela hora. As duas se preparavam para atacar, quando Wanda interrompe elas:
-Prestem atenção: tem um prêmio pela "cabeça" de vocês, se as duas redobrarem o preço, eu deixo vocês em paz. - Chantageava Wanda com um sorriso maligno, enquanto apontava todas as correntes em volta das duas garotas.
-A-Asuka, o-oque iremos fazer? - Murmurava Risa para a colega - Olhe para a alma dela, essa dai vale 99 almas, é uma "Alma Forte"!
-Eu percebi, mas não é todo dia que aparece uma Alma Forte dando sopa, e também, imagina termos que pagar o dobro de 1.000.000.000.000.000! Larga de ser preguiçosa.
-E então? Qual é a decisão de vocês? Estou esperando! - Dizia Wanda perdendo a paciência e cada vez mais aproximando as correntes.
Algo atrás das meninas se mexia dentro de uma lata de lixo, de repente um cachorro louco e sujo sai de lá e começa a latir para as três.
-O que é isso? AAAHHH, um cachorro pulguento! - Começou a gritar de medo Risa.
-Cala boca sonsa, me escuta: se nós tentarmos fugir ela vai querer nos matar, então, se pegarmos o cachorro e fazermos uma distração, vai dar pra fugir. Conta até 3.
-1, 2, 3... Vai! - Asuka joga Risa em uma árvore e pega o cachorro, Wanda rapidamente lança varias correntes sobre ela, porém, ela taca o cachorro como um escudo, todas as correntes perfuram seu corpo e sangue é jogado para todos os lados. Asuka foge depois de pegar Risa de volta e sai correndo para a floresta.
-Tsc, que perda de tempo... Hmm, acho que vou pegar a alma do cachorro só para não ser um fracasso total... Esse não é um cachorro comum... - Wanda pega a alma do "cachorro", coloca em um saco e lê a coleira dele: "DogPool" - Esse cachorro aqui tem um prêmio pela "cabeça" por uns 5 alguma coisa, da pra comprar uma cerveja... Eu acho...

-/-/-/- Em algum lugar -/-/-/-

-E ai? O que ainda falta para começar a guerra? - Disse uma voz sombria em algum lugar escuro.
-Falta pouco, agora só precisamos acordar "Os Três", pegar o sangue da menina e começarmos o caos. - Respondia outra voz.
-He, o sangue da menina eu consigo rapidinho.
-Mas vê se não vai morrer, ela pode parecer fraca mas já matou muitos ovos. - Disse a outra voz preocupada - Por falar nisso, agora seria a hora perfeita pra atacar, olhe aqui na bola de cristal. - A bola de cristal mostrava uma menina correndo pela floresta com uma foice na mão, era Asuka.

-/-/-/- Continua -/-/-/-

(DogPool morreu, e me desculpem por esse ep ser tão pequeno, é que com o template da Amelia eu não sei o tamanho e essas semanas estão muito corridas >.<)



Créditos XzAmelia
avatar
God Audino'
Coordenador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soul Eater: New Generation

Mensagem por God Audino' em 13/1/2016, 10:58

Soul Eater
Episodio 4:
Sequestro
"Huff puff... Huff puff...", As duas garotas pararam de correr, cansadas, conseguiram chegar até um pântano próximo. A névoa estava bastante densa, elas ficaram paradas por algum tempo esperando ela baixar, estavam perdidas. Quando de repente, a névoa começa a ficar menos densa, e uma silhueta começa a aparecer por onde elas haviam chegado: Wanda encontrou elas, mesmo elas tendo uma grande vantagem por saírem correndo antes de ela perceber.
-É ela de novo... Como ela nos encontrou se ela nem correu atrás e ficamos com meia hora de vantagem? - Questionava Risa enquanto recuperava sua energia ofegando.
-Olhe no seu bolso... - Wanda apontava ao bolso das meninas com um sorriso maligno, haviam rastreadores, ela havia jogado quando elas lançaram o cachorro.
-Mas que coisa chata, já cansei disso, credo, me deixa em paz! - Asuka resmungava para si mesma ofegando.
-*Chomp chomp chomp*, hi hi hi... - Uma voz estranha vinha de algum lugar do nevoeiro, parecia estar comendo alguma coisa e rindo.
-Ah não, mais alguém pra atrapalhar o meu dia... - Dizia Asuka com a mão no rosto se arrependendo.
-Aaaahh, por que pararam? Tava tão legal, vamos, continuem! - Outra silhueta aparecia da névoa, era uma bruxa segurando um saco de pipoca. - Nossa, como sou estupida, sou Claricie, dona do pântano. Já que estão aqui, continuem a luta e finjam que eu não estou aqui, obrigada de nada.
Wanda apenas ignora Claricie e prepara todas as correntes em torno de seu corpo, logo estende seu braço para cima e espera. "Olhe para os lados...", dizendo isso fogo saiu do chão e fez uma circunferência, fazendo uma espécie de arena de fogo, aonde ninguém poderia escapar nem entrar, enquanto deixou Claricie do lado de fora.
-Ei ei ei! Cuidado para não queimar minha casa! - Dizia a bruxa desesperada.
Risa já estava na forma de foice na mão de Asuka, que se preparava para atacar, quando são interrompidos novamente por algo que estava na névoa, dessa vez parecia um animal, era um ligre muito estranho, uma especie de leão com tigre. Aquele ser abre sua boca e enche seus pulmões de ar, logo solta um rugido estrondoso que apaga o fogo que estava em volta das três. Então mais cinco ligres aparecem da névoa que voltava a ficar densa e começam a avançar nas garotas.
-Era só o que faltava... - Resmungava Wanda enquanto usava sua pirocinese em suas correntes.
Claricie entra correndo na casa e tranca todas as portas e janelas, enquanto os outros se preparam para lutar.
As garotas antes mesmo de relar um dedo em cada ligre, fazem eles desaparecer como fumaça, aparentemente eram clones, e o verdadeiro ligre logo aparece por trás delas. O ligre abre a boca e puxa Asuka pelo cabelo, deixando a foice dela cair no chão, logo, com uma grande velocidade ele foge pela mata com a menina sendo arrastada se debatendo.
Wanda então pega a foice e começa a utilizar suas correntes como se fossem cipós e sai que nem o Tarzã a procura do ligre, sem nem ter pedido a permissão de Risa para segura-la. A mercenária estava um pouco zonza e confusa com tudo aquilo, pois do nada um monte de gente estranha aparece e o narrador não para de falar as palavras "elas", "névoa" e "preparar para a luta".

-/-/-/- Casa da Claricie, 3 horas depois -/-/-/-

-Você tinha que ver, perdeu uma briga louca quando tinha saído pra cidade! - Dizia Claricie super contente e doida por ter visto aquilo, ficava fazendo gestos com as mãos tentando imitar as meninas - Pow, capow, pow pow pow... Foi assim! - Ela tinha observado elas acabarem com os clones por um buraco da janela, e contou que tinha estoques de pipoca preparados para sempre que alguém viesse lutar, mas não contou aonde estavam.
-Nossa, como você é indecente, quando vier aos meus pés chorar porque quase morreu, eu vou é te dar um tapa na cara. Vai que as loucas te matam por ficar dando sopa. - Snowy estava tentando parecer sério enquanto ria, porque na verdade estava sendo irônico, ele nunca se preocupa com ninguém.
"Toc toc toc", alguém estava batendo na porta e acabou interrompendo a "discussão" deles, Claricie se levanta do banquinho em que estava sentada e vai abrir a porta, desconfiada. Ela olha pela fechadura da porta, parecia uma bruxa e uma... Raposa alada? A estranha parecia ter um olhar vazio e a raposa parecia ser o contrario. Claricie com medo, não abre a porta, e vai pra debaixo da cama.
-Não adianta, eu já te vi... - A garota faz uma esfera negra na mão, e então lança na porta, que foi parar láaa na lua.
-Se veio aqui me prender porque eu roubei o p-pipoqueiro, você vai ver! - Gritou a bruxa enquanto virava esquilo e pula pela janela - Ninguém vai me prender!
-Nós só viemos pedir pra passar a noite aqui... - Calmamente dizia a raposa com uma expressão de "Como assim ela roubou um pipoqueiro?".
-Deixa pra lá, já vi que essa dai é muito criançona, vamos, Butter... - A estranha pega a raposa e coloca no ombro e sai andando pelo pântano a procura de um lugar pra passar a noite com a certeza de que nunca mais iria voltar ali.

Continua ~
.
.


avatar
God Audino'
Coordenador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Soul Eater: New Generation

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum