Kody e Tory

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Kody e Tory

Mensagem por Malia Twilight em 12/1/2015, 18:47



Kody e Tory
Essa Fan Fic é sobre os gêmeos, Kody e Tory, eles podem ser iguais na aparência mas suas personalidades são diferentes, graças a isso eles sempre acabam entrando em uma encrenca.

Eu e o Drake Twilight iremos fazer os capítulos dessa fan fic, por exemplo eu posto um capitulo depois  o Drake posta o outro e vai indo assim.

Para os que quiserem se inscrever (Mandem por
MP para mim ou para o Drake):

Nome:
Idade:
Aparência:
Descrição Psicológica (quero bem detalhado):

© Ross at CupcakeGraphics


Última edição por Tory Wolf em 30/1/2015, 13:45, editado 3 vez(es)












avatar
Malia Twilight
Narrador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Drake Twilight em 12/1/2015, 21:35



Capitulo 1
Kody

Kody é totalmente diferente de sua irmã, ele é um nerd adora games e animes sofre bulliyng e é baixinho
Tory é uma garota alta é boa em qualquer esporte mas também curte games e animes como seu irmão
Kody estava sentado em seu sofá numa manhã de segunda beeeeem cedo assistindo TV quando sua irmã chegou e pegou o controle da mão dele e mudou de canal
Kody - hey!!! Você está invadindo meu espaço de lazer e...
ela se virou para ele e rosnou feito um lobo
Tory - RRRRRRR!!!
Kody - Tudo bem, você ganhou
Tory - por que eu acordei tão cedo mesmo?
Kody - por que você adora pegar o controle da minha mão
Passou um tempo e eles se arrumaram para ir para a escola mas a mão deles viu o cabelo de kody e arrumou deixando arrumadinho então ela levou eles para a escola e quando ela se foi kody passou a mão no cabelo desarrumando tudo deixando bagunçado
Tory - por que você não fala pra ela que você não gosta desse tipo de cabelinho arrumado
Kody - ela não é nossa mãe, é nossa madrasta
Tory - mãe adotiva
Kody - deixa pra lá
Tory - ta sabendo da garota nova?
Kody - quem?
Tory -  Louise Nightwalker
Kody - que nome é esse, Nightwalker? parece skywalker com nightmare
Tory - sem preconceito
Kody - olha quem fala
ela mostrou a lingua para ele
Tory - chato
Quando Kody entrou na escola viu uma garota quieta na dela e alguns garotos na parede atraz olhando para ela
kody - nunca vi ela
Tory - é a garota nova
Kody - ficou sabendo do torneio de rpg?
Tory - não
Kody - lá em casa te conto
Então Kody viu uma garota de oculos pele clara cabelos loiros meio castanho passar
Kody solta um suspiro
Kody - como eu falo com a Hatter?
Tory - é só você chegar perto dela e falar "oi"
em casa...
Kody - é como um torneio onde os players batalham um contra o outro
Tory - eu vou entrar nessa quando começa
Kody - daqui a um mês
Tory - legal

(para a Tory Wolf: no próximo ep não faça sobre o torneio de rpg pq eu ainda quero explicar melhor no próximo ep q eu fazer)
© Ross at CupcakeGraphics


Última edição por Drake Twilight em 22/3/2015, 20:48, editado 1 vez(es)


se for meu fã use isto






avatar
Drake Twilight
Treinador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Malia Twilight em 16/1/2015, 10:06



Capitulo 2
Tory
Já de noite, antes de ir para o meu quarto eu vou para a cozinha pegar um copo de água, passo pela sala e vejo Kody vendo Death Note na TV.
- Sabe que já está tarde, né? – eu falei.
- É e daí? – perguntou Kody.
- Se a mamãe te pegar aqui você já era – eu falei.
Vejo o rosto de Kody ficar pálido, depois ele engole em seco e desliga a TV e levanta do sofá.
- Acho melhor eu ir para o meu quarto – fala Kody com uma voz nervosa em seguida ele vai embora.
Eu apenas suspiro e balanço a cabeça de um lado para o outro, depois vou para a cozinha, lá eu pego um copo de plástico (porque eu não posso mais pegar de vidro porque eu sempre os quebro e se eu quebrar mais um a minha mãe me mata) e o encho de água, depois a tomo e jogo o como na pia (por isso eu sempre quebro os copos de vidro) e vou para o meu quarto dormir.


***



Eu acabo acordando com o coração acelerado por causa do meu último sonho, eu sonhei com um cara alto (alto mesmo, do tamanho de jogadores de futebol americano), com cabelos castanhos claros, olhos verdes claro, um sorriso incrível, um rosto esculpido (sabe, tipo os super modelos), queixo largo, muito musculoso (ênfase no muito), a única coisa que eu conseguia me lembrar no sonho é que ele sorria para mim, mas só isso bastou para eu ficar ruborizada e com o coração acelerado (isso que dá ser tão forever alone), respiro fundo e me levanto, tomo um banho, penteio o cabelo e olho para o relógio, faltava apenas algumas boas horas para o colégio, então eu descido ir para a cozinha e preparar ovos mexidos (para falar a verdade, eu sou uma boa cozinheira mas muito atrapalhada).
Já na cozinha eu pego dois ovos, um prato, um garfo, pimenta, sal e canela (isso ai, canela, colocar canela nos ovos mexidos começou quando eu sem querer troquei a pimenta por canela quando estava fazendo ovos mexidos para o Kody, e o pior é que ele gostou, então agora em diante eu sempre faço com canela), quebro os ovos e coloco o seu conteúdo dentro do prato e começo a mexer com o garfo, depois coloco um pouco de sal, um pouco de canela e...muita pimenta (é que esses ovos mexidos não são para mim, são para o Kody e hoje eu acordei perversa, coitado, pode arder um pouco), depois pego outro tipo de pimenta na geladeira e coloco nos ovos (coitado, só que não), e mexo os ovos ainda mais, cai um pouco para fora do prato mas logo limpo com um pano de prato, e finalmente chegou a parte mais perigosa de se fazer ovos mexidos, a parte onde posso pôr fogo na casa, eu pego uma frigideira, coloco um pouco de azeite, ligo o go do fogão e coloco a frigideira lá , espero um pouco e coloco o conteúdo do prato na frigideira e pego uma colher de pau, depois de alguns segundos eu começo a mexer os ovos, por fim eu os coloco em outro prato quando já estão prontos e coloco na mesa, pego dois copos e os encho de achocolatado (delicia) e espero Kody enquanto tomo um dos copos. Minutos depois Kody aparece ainda com o cabelo bagunçado mas de banho toma (milagre), ele senta na pega e me olha.
- Esses ovos mexidos são para mim? – pergunta Kody.
- São e dai? –eu respondi.
- Nada não – falou Kody com os olhos semiaberto.
Então ele come um pouco dos ovos mexidos e imediatamente ele fica vermelho e eu começo a dar risadas, ele sai num pulo da mesa e começa a tomar água da torneira.
- Água não ajuda a aliviar o ardor da pimenta, o que ajuda que eu me lembre é pão – falei.
Kody olha para mim com pura raiva e continua a tomar a água da torneira.
- Então tá – eu falo e vou para o meu quarto preparar as minha coisas para o colégio.


***


Já no colégio, eu coloco o meu caderno na classe e sento em minha cadeira e espero a maldita professora chegar, eu quase não estava conseguindo controlar a minha raiva por causa de Flint, ele é um garoto muito idiota e se acha valentão só porque é mais velho, ele só falava mal dos animes e xingava Kody, estava tudo bem...até que não me aguentei mais, eu levanto do meu lugar e pego Flint numa chave de braço (já falei que eu sou muito forte porque faço academia? Só digo uma coisa, se a professora não chegar logo Flint é um cara morto).
- Tory acho que já deu – fala Kody.
- Por que? – pergunto.
- O cara ta ficando roxo – reponde Kody.
Olho para o rosto de Flint e vejo que ele estaca ficando roxo mesmo mas ao invés de parar eu apenas rio e aperto mais forte, estava me divertindo com isso até que a porta se abre e a professora entra, antes que ela me veja ela logo começa a apresentar um aluno novo.
- Pessoal, esse é Jack Night – fala a professora – o novo colega de vocês.
Ela olha para nós e é nesse instante que ela me ve estrangulando o Flint.
- Tory pelo amor de deus, solta o Flint – fala a professor.
Mas eu mal a ouvi porque eu estava olha para o garoto novo, ele era alto, com cabelos castanhos claros, olhos verdes claro, um sorriso incrível, um rosto esculpido, queixo largo, muito musculoso, ai meus deuses é o cara com quem eu sonhei. Eu nem me lembrava mais que estava estrangulando o Flint até que Jack o tira dos meus braços.
- Nossa, nunca tinha visto uma garota assim – fala Jack.
- Pois é, eu sou única – falo com um pequeno sorriso.
- E a única vai para a detenção – fala a professora.
- Oque? – eu falei.
- Você quase matou o Flint – falou a professora.
- Pena que eu não matei – falei.
- Você tem sorte de não ser expulsa – fala ela.
- E porque eu não sou? – perguntei.
- Porque você é uma das melhores alunas dessa escola – fala ela e sai para levar Flint para a enfermaria.


***


A aula já acabou e eu estava indo em direção a sala da detenção quando alguém pega o meu braço e me para, eu me viro para trás e vejo Jack, o meu rosto logo fica ruborizado
- Aonde você aprendeu aquilo? – perguntou Jack.
- Na academia, eles também ensinam esse tipo de coisa – eu respondi.
- Legal – fala Jack – o que você vai fazer depois da detenção?
- Tenho na de especial planejado – eu respondo.
- Então que tal me encontrar na Starbucks uma hora depois da detenção? – pergunta Jack.
- S-seria legal – eu falei meu gaguejando.
- Legal – fala ele – a até depois.
- até – eu falei.
Eu o vejo sair da sala enquanto o meu rosto fica um pimentão, ele me chamou para sair, meus deuses. Eu ainda estava meio grogue pelo o que aconteceu enquanto ia para a sala da detenção, de uma coisa eu sabia, que eu não iria tirar Jack da minha cabeça por um bom tempo.


Jack feito pelo Drake:


© Ross at CupcakeGraphics


Última edição por Malia Wolf em 23/3/2015, 15:24, editado 2 vez(es)












avatar
Malia Twilight
Narrador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Drake Twilight em 20/1/2015, 22:19



Capitulo 3
Kody
Kody acordou automaticamente no meio da noite e saiu de casa e entrou numa casinha no quintal (seu antigo laboratório) curiou um pouco seus antigos experimentos, não se lembrava por que parou de fazer experiências e montar coisas até que viu um pedaço de metal semiderretido numa mesa cheia de ferramentas e começou a mexer nele



***






Na manhã seguinte Tory acordou e achou uma nota de cem reais no chão
Tory - Oba, cem pratas
Assim que ela tocou na nota ela ficou prateada e grudou na mão dela e ela levou um choque
Tory - que droga é essa?
Kody entrou em casa rindo
Kody - só uma coisa que eu andei criando para te zoar como você me fez ontem no café da manhã
Tory - idiota
Assim que ela tocou na roupa de kody ela levou outro choque
Tory - cuméquiéissassim?
Kody - é uma espécie de metal derretido que muda de forma e matéria  que eu controlo por uma coisa que só eu tenho
Tory - droga
Todos se sentaram para tomar café da manhã e quando Tory mordeu um pedaço de misto quente ele ficou prateado e ela levou outro choque
Tory - SEU IDIOTA!!!!!!!!!!
Antes de ir para a escola sua madrasta lhe disse que mês que vem ia ser professora de educação física na escola deles (ela era professora de educação física em outra escola)
Kody - droga
Quando chegaram na escola kody esbarrou numa garota
Kody - foi mal eu não...
Ele olhou para a garota e reconheceu ela de algum lugar, ela tinha cabelos negros curtos e uma mecha rosa cobrindo seu olho direito, seus olhos eram marrom claro meio laranja e usava pouca maquiagem preta 
Agnes - olha por onde and... Peraí... Kody?
Kody - Agnes?
Agnes - agente não se vê a 5 anos
5 anos atrás... Na época que seu pai morreu e ele se mudou pra Villetown
Agnes - você ta usando aparelho?
Kody - pois é, muita coisa mudou
Agnes - e o Zake? Tem falado com ele?
Kody - ele se mudou para cá a 1 ano atrás e...
De repente um garoto de cabelo castanho escuro olhos escuros e blusa vermelha listrada chega e da um abraço neles por trás
Zake - finalmente nos três estamos juntos de novo
Kody - p-pois é
Zake - cara acho que meu irmão mais velho gosta da sua irmã
Kody - o jack? Mais a Tory que gosta del... Haha tive uma ideia para uma pegadinha... Esquece seria pegar muito pesado, vou continuar com a matéria metálica
Agnes - olha para tra...
De repente kody sentiu alguém o empurrando e ele caiu no chão, quando se virou viu Zake querendo bater no Flint mas ele errava todos os socos
Agnes - chega
Todos os três ficaram quietos
Agnes olhou com um olhar sério para Flint
Agnes - Sai daqui seu idiota
Flint - quem vai me obrigar
Agnes - eu
Ela deu um chute nas partes baixar de Flint
Flint - haaaaaaaaaaa
Agnes agarrou kody e os três correram antes que algum professor visse e entraram na sala
Agnes - kody você ficou sabendo sobre o torneio de RPG?
Kody - sim parece que é daquele jogo war world
Zake - vocês ficaram sabendo da novidade?
Kody - qual?
Agnes - agora podem ser grupos de quatro no jogo
Kody - que tal nos três e a Tory?
Zake - certo
Kody - Zake você vai ter que falar com ela
Zake - por que eu?
Kody - ela provavelmente ta com raiva de mim e ela nunca foi com a cara da Agnes
Zake foi falar com ela e ela aceitou e ele fez ela jurar promessa do rio estige então ele falou sobre o grupo que kody estava nele mas ao invés dela recusar já tinha feito promessa do rio estige


***






Quando chegou em casa ele entrou no jogo war world e se registrou no jogo e escolheu ser guerreiro de duas espadas e olhou para o lado e viu Tory esperando ele sair do computador
Kody - já vai


Para Tory: poste no próximo capítulo um pouco do jogo e escolha sua classe
© Ross at CupcakeGraphics


Última edição por Drake Twilight em 22/3/2015, 20:56, editado 1 vez(es)


se for meu fã use isto






avatar
Drake Twilight
Treinador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Malia Twilight em 29/1/2015, 21:28



Capitulo 4
Tory
Depois que Kody finalmente saiu do computador eu rapidamente me registrei no War World como uma arqueira, quase sempre eu escolhia ser uma guerreira nos jogos desse tipo mas desde que eu li A Maldição do Titã da saga Percy Jackson e os Olimpianos eu fiquei fascinada nas Caçadoras de Ártemis, tirando a parte em que elas renunciam um parceiro eu adoraria ser que nem elas, sempre matando monstros e caçando com a deusa Ártemis, infelizmente eu vivo no mundo real o que quer dizer que esse tipo de coisas não existem, então eu me contento em apenas jogar jogos onde eu posso massacrar qualquer um ou monstro que ficar no meu caminho. Os únicos pensamentos que vinham na minha mente era sobre o torneio do jogo e o meu encontro com Jack, bem, mais mesmo o encontro.

* Flashback on

Depois que eu sai da detenção e já tinha me arrumado na minha casa (obviamente tomando banho, passando perfume e etc.) eu estava chegando na Starbucks enquanto eu arrumava o meu cachecol azul (que eu tinha ganhado do meu pai antes de ele morrer, obvio) eu escutei alguém chamar o meu nome, olho para a frente e vi Jack, meu coração rapidamente começou a bater mais rápido e comecei a ficar nervosa, eu engoli em seco e fui em sua direção.
Quando eu cheguei em Jack eu dei uma boa olhada nele, ele estava com uma regata branca, assim deixando os seus braços completamente nus e assim mostrando seus músculos (Meus deuses, isso só o deixou mais gato), ele usava uma calça jeans e tênis preto, seus cabelos castanhos estavam descabelados (o que apenas o deixou mais gato e fofo) e seus olhos verdes claro também estavam me olhando, ao invés de ir toda arrumada com roupa chique eu apenas usei minhas roupas normais, tipo uma camiseta preta, cachecol azul, calças pretas e tênis preto (pois é, tudo preto, é que eu prefiro roupa escura, tipo cinza, roxo escuro, algumas vezes até vai um branco aqui e ali mas nunca rosa, eu simplesmente não suporto rosa), mas pelo visto Jack tinha gostado porque ele apenas deu um grande sorriso.
- Vamos pegar nossos cafés? – pergunta Jack.
- Claro – eu respondi.
Já com os nossos capuchinos (pelo visto Jack também adora capuchino) nós sentamos em uma mesa, por um longo tempo ficamos apenas nos olhando até que Jack resolveu começar a conversar.
- Então você sempre foi assim? – pergunta Jack.
- Assim como? – perguntei.
- Sabe, estrangular pessoas – fala ele.
- Bom, eu, nem sempre fui tão violenta – eu disse – quando eu era pequena eu costumava ser mais delicada mas quando meu pai morreu, eu simplesmente mudei, foi como perder uma parte de mim, é que eu era muito apegada a ele, então para me distrair eu comecei a aprender artes márcias e coisas desse tipo, com 12 anos eu comecei a ir na academia e acho que foi ai que eu comecei a ficar agressiva.
- Nossa – fala Jack.
Eu apenas dou um pequeno sorriso para ele, que diabos de encontro é esse? Nem me parece um encontro porque ta loco.
- E porque você resolveu me chamar para sair? – perguntei.
Jack engasga e me olha, ele fica pensando por um tempo mas logo dá um sorriso.
- Porque eu sonhei com você – reponde ele.
- Co-como assim? – eu perguntei meio gaguejando.
- Antes de ir para o colégio eu sonhei com uma linda garota de cabelos negros com pontas azuis, olhos azuis claros e pele morena – fala Jack – ela estava sempre sorrindo no meu sonho, o sorriso mais lindo que eu já vi.
Meus deuses, não sei se é verdade mas fala sério, eu sonhei com ele e ele sonhou comigo, isso que é coisa do destino.
- Eu só não sabia que essa garota gostava de estrangular caras – fala Jack.
- Bom, para falar a verdade eu até que gosto – eu falei com um sorriso malicioso – mas eu só faço isso com os que eu odeio e eu definitivamente não te odeio.
- Que bom – fala Jack.
- Sabe porque eu fiquei te encarando na sala? – perguntei.
- Porque eu sou muito bonito? – pergunta ele.
- Isso e porque eu também sonhei com você – eu respondi.
- Sério? – pergunta Jack.
-É – eu respondi.
- Nossa – fala Jack – nós estávamos predestinados a nos encontrar.
Eu apenas fiquei sorrindo feito uma boba o resto do tempo, nós conversamos sobre todo o tipo de coisa, tipo jogos de videogame, esportes, filmes séries e até livros, depois de mais ou menos umas duas horas ele começou a me levar para casa apesar de que estávamos indo a pé, então ele aproveitou e segurou a minha mão, eu fiquei chocada mas não tirei a minha mão, quando chegamos na minha casa, Jack me puxou para ele e me abraçou forte, eu coloquei meus braços ao redor dele e coloquei a cabeça eu seu peito sentindo seu cheiro, era doce mas um pouco picante, nós ficamos assim por um bom tempo, apesar de que não aconteceu mais nada isso foi bom, muito bom, nós nos separamos e com um sorriso enorme Jack começa a ir embora.

* Flashback off

E foi isso, nada de beijos e coisas do tipo, mas foi muito bom para alguém que nunca tinha saído com alguém antes, eu dou um suspiro e vou para a cozinha, tinha um copo de achocolatado na mesa, eu pensei em pega-lo mas podia ser mais uma pegadinha de Kody então resolvi sair o mais rápido possível dali e ir para o meu quarto.
Quando chego no meu quarto eu vejo a minha cadela Flor, ela é toda branca, peluda e perde muito, muito pelo, seus olhos são azuis bem claros, eu logo me animei e comecei a brincar com ela mas foi ai que a tragédia aconteceu, eu estava indo nela e ela em mim, ela bate a cabeça na minha boca e eu sinto um explosão de dor, rapidamente eu sai do meu quarto e vou para a rua, eu senti que tinha cortado um pouco do meu lábio inferior e quando eu estava vendo se os meus dentes da frente estavam bem eu percebi que um deles estava mais para trás e doía muito, bem, é melhor do que o dente ter caído ou ter quebrado. Eu dou um suspiro e descido caminhar um pouco, estava tudo calmo até que alguém esbarra em mim, eu não caio, felizmente, mas dou alguns passos para trás e olho para o garoto que esbarrou em mim.
Eu levanto e lanço o olhar raivoso para o garoto que quase me derrubara, o garoto tem cabelo roxo-preto, olhos azuis marcantes e brilhantes, ele estava usando uma camiseta branca, em seu pescoço repousava um colar preto, e usava calças pretas e tênis azul. Apesar de que eu estava com raiva do garoto tudo o que eu conseguia me concentrar era na minha boca, estava sentindo um gosto meio metálico, o gosto do sangue, começo a explorar com a minha língua e percebo que ganhei um pequeno corte, logo iria para de sangrar, mas o que mais me chamava a atenção era um dos meus dentes da frente estava doendo e muito.
- Desculpa – fala o garoto.
Eu olho para ele, seu rosto estava com uma expressão preocupada, ainda estava um pouco com raiva, eu só suspiro.
- Não faz mal – eu respondo.
- Você está bem? – pergunta o garoto
- Mais ou menos – eu respondo – mas eu me machuquei dentro de casa não quando você esbarrou em mim.
- Aonde está machucado? – pergunta o garoto.
- Na minha boca, você pode ver se meus dentes estão bem? – perguntei.
- Claro – responde o garoto.
Então eu me paro na frente do garoto e dou o meu maior sorriso, pela expressão do garoto, alguma coisa estava errada.
- Você tinha algum dente torto? – pergunta ele.
- Não, porque? –perguntei.
- É que...um de seus dentes está torto – responde o garoto.
A minha vontade era de gritar e quebrar tudo o que estava na minha frente, pode não parecer mas eu cuido da minha aparência, meus dentes eram perfeitos e muito brancos, um dente torto me deixa louca, mas como eu estava na frente de um estranho, eu apenas engulo em seco e tento parecer neutra.
- Bem, obrigado por ver – eu agradeci – qual o seu nome?
- Yukimura Taiyo – responde ele – e o seu?
- Tory Wolf – eu respondi.
Em seguida Yukimura segue o seu caminho e eu entro em casa, é ai que eu começo a surtar.



Off: era para eu ter postado a alguns dias, mas como o meu computador tinha pifado eu passei uma semana sem mexer no computador.
© Ross at CupcakeGraphics


Última edição por Malia Wolf em 23/3/2015, 15:24, editado 6 vez(es)












avatar
Malia Twilight
Narrador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Drake Twilight em 29/1/2015, 22:46



Capitulo 5
Kody

Sentimentos machucam
Na escola
Kody - hoje to decidido
Agnes - a o que?
Kody - eu não te contei ainda mas eu... gosto da Hatter
Agnes - D-da Hatter?
Zake entrou no meio da conversa denovo
Zake - Ela é estranha
Kody - ela não é estranha
Zake - quieta tímida quase não fala com ninguém é nerd...
Kody - esse sou eu
Zake - não, essa é a Hat... puts, é mesmo
Agnes - vocês são até parecidos
kody percebeu que Agnes estava meio triste
Kody - você ta legal?
Zake - é que ela gosta de voc...
Agnes deu uma cotovelada no Zake
Agnes - não, eu to legal
Ela lançou um olhar sinistro para Zake


***


mais tarde Kody foi falar com Hatter
Kody - Hatter
Hater - S-sim?
Kody - Você gosta de alguém em especial
Hatter - P-por que ta perguntando?
Kody - N-nada só pra saber
Hatter - Não conta pra ninguém mais... eu gosto do Zake
Kody imaginou uma bala acertando seu cérebro
Kody - d-do Zake?
Hatter - é
Kody - ninguém parecido com você?
Hatter - não
Kody - então t-ta
Hatter - por que?
Kody - é que... é que eu... é que eu gosto muito de você
Kody saiu correndo quase chorando


© Ross at CupcakeGraphics


se for meu fã use isto






avatar
Drake Twilight
Treinador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Malia Twilight em 8/2/2015, 13:11



Capitulo 6
Tory
Depois que eu voltei da escola eu estava com uma extrema vontade de comer algum doce, na minha casa não tinha muitos doces mas eu sou criativa, vou na cozinha, pego uma pequena tigela de vidro, pego nescal e leite condessado, coloco uma boa quantidade de  leite condessado dentro da tigela, pego uma culher e coloco nescal na tigela, depois eu misturo os dois e está pronto o meu doce, leite condessado com nescal é muito bom mas também muito ruim a saúde (fazer o que, a vida exige sacrifícios), enquanto eu começava a comer eu ia para o meu quarto, assim que eu tinha colocado a minha mão direita na maçaneta da porta do meu quarto eu começo a escutar um choro e vinha do quarto de Kody, dou uma boa colherada no meu doce e vou no quarto de Kody.
Já dentro do quarto de Kody, eu o vejo na sua cama, ele estava deitado e com o rosto no travesseiro, provavelmente estava tentando abafar o choro, garoto esperto, pena que não funcionou muito bem.
- Vai embora – fala Kody.
- Vai sonhando – falei – o que aconteceu?
- Você sabe como é, podemos dizer que, rejeitado pela pessoa que ama? – pergunta Kody.
Ta explicado o motivo da choradeira, o meu irmãozinho (sei, somos gêmeos, temos a mesma idade mas ele é menor que eu) foi rejeitado, ou coisa do tipo, pela pessoa que ama, pior que eu sei como é, tinha um garoto que eu gostava na sexta série, um dia eu decidi me declarar para ele, você pode imaginar como foi o fiasco, desde então meu coração está fechado para todos os garotos, menos Kody porque ele é meu irmão e...agora Jack.
- Pior que eu sei maninho – eu falei – isso vai passar.
- Não parece – fala Kody.
- Vai demorar mas vai – eu falei – acredite em mim.
- Como você pode ser rejeitada? – pergunta Kody.
- Como assim? – perguntei.
- Você tem um rosto bonito, olhos azuis, tem um corpão apesar de ser bem musculosa e seu dentes...mais ou menos perfeito agora – responde Kody.
Eu o odiei por me lembrar que meus dentes não são mais perfeitos, eu já ia falar que nós somos iguais mas dando uma boa olhada em Kody podemos dizer que não somos muito iguais, bem, nós temos rostos parecidos (obvio, porque somos gêmeos), nós temos olhos azuis, nós temos cabelos negros, e é mais ou menos ai que a semelhança acaba, enquanto eu sou alta e musculosa Kody é uns 15 centímetros mais baixo e é bem magricela, meus dentes são mais ou menos perfeitos os dele...nem tanto porque precisa usar aparelho, eu sempre fui boa em qualquer esporte, Kody nem tanto, sou uma boa desenhista, Kody é um excelente desenhista, e não sei o que mais.
- Você pode ficar com um corpo bonito se fosse na academia comigo – eu falei.
-Eu terei que fazer muito esforço – fala Kody.
- Bem, se a garota não gosta de você como você é então ela que se dane, você vai achar alguém que goste de você como você é – eu falei – e a oferta de você me acompanhar na academia ainda está de pé, e pense nisso, ok?
E assim eu saio do quarto de Kody e vou para o meu, onde eu termino de comer o meu doce e começo a ler Nascida a Meia-Noite.


© Ross at CupcakeGraphics












avatar
Malia Twilight
Narrador


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Drake Twilight em 25/7/2015, 00:15

capitulo 7
Kody
kody - que se dane
Kody estava deitado em sua cama, olhando para o teto, pensando, ele estava normalmente com aqueles pensamentos contrários ao das pessoas a sua volta tipo... ir a academia, essa foi boa, e se eu quebrar alguma parte do corpo tentando fazer algum... Sei lá o que eles fazem lá kody ainda não tinha superado totalmente o rejeitamento de Hatter. Entediado ele levantou sua mão e a gola de seu casaco começou a se esticar formando uma esfera prateada em sua mão, Kody passou muito tempo fazendo, talvez anos até, mas sempre achou que podia fazer melhor, ele poderia desmontar e remontar um computador distraído, ele tirou seus óculos e sua roupa derreteu em um líquido metálico, assim que os colocou de volta sua roupa se reapareceu, enquanto estivesse usando seus óculos, Kody estaria seguro na maior parte do tempo menos na escola, o porteiro de lá fareja metal como um cachorro farejaria um filé
O telefone tocou na sala e Kody correu para atender, se fosse algum amigo seu como a Agnes, Tory teria desligado sem avisar a ele mas se fosse o Zake era ainda pior pois ela perguntava se o seu irmão mais velho, Jack estava em casa e ficava quase vinte minutos falando com ele pelo telefone e sorrindo como se ele estivesse na frente dela
Kody atendeu, era Agnes
Agnes - oi Kody, sua irmã ta em casa?
Kody - por que?
Agnes - agente vai jogar paintball na floresta, vocês deveriam vir também
Kody - agente quem?
Agnes - eu, o Zake, a Louise, o Jack e a... Bem... A Hatter
Kody - tudo bem, acho que vou

Algum tempo depois na floresta

Todos estavam vestidos para o jogo, eles iam jogar em dois times, o time dos lobos e o time dos falcões
Tory - eu sou lobo
Jack - eu também
Louise - eu também
Kody - falcão
Agnes - falcão
Zake - falcão
Hatter - falcão
O time de Kody tinha mais jogadores mas isso não lhes dava a vantagem, Tory e Jack davam por quatro
Tory - se protege pirralho, você nem vai me ver chegando
Kody fingiu rir
Kody - haha, sei, Tory eu sempre ganho de você em jogos
Tory - pirralho, presta atenção, aqui não é um tabuleiro, aqui não é computador e muito menos vídeo-game
Todos logo se espalharam
A regra era simples, quem acertasse todos os jogadores da outra equipe ganhava, de resto valia tudo
Kody normalmente era ótimo de mira caso se mantenha calmo
Uma moita se mexeu atrás dele e quando ele se virou pronto para atirar viu que era Hatter saindo da moita
Hatter - ah! Kody, é... Você
Kody - é, sou eu
Hatter - olha, desculpa, eu não fazia idéia que você gostasse de mim
Kody - tudo bem, quer que eu diga algo ao Zake?
Hatter - NÃO! Quer dizer, não precisa
Kody - tudo bem, então, amigos?
Hatter - amigos
Ela se foi numa moita
Depois de um tempo Kody ouviu o grito de Agnes e correu para ver o que era e viu Agnes encolhida num canto e alguns animais estranhos olhando para ela com fome, Kody foi ajudar mas um dos animais olhou para ele e Kody viu seus olhos verde brilhantes
Kody - p-pai do céu
Kody se virou para Agnes
Kody - fecha os olhos
Agnes - tudo bem
Ela fechou os olhos
Kody segurou seus óculos enquanto ainda estavam em seu rosto e então sua roupa rapidamente se liquidificou e acertou os animais os espantando então voltou ao seu corpo
Kody - tudo bem agora
Agnes - o que houve?
Kody - digamos que eu fiquei semi-desvestido por uma fração de segundos
Duas balas de tinta os acertaram
Tory surgiu do mato
Tory - eu te disse pirralho, agente ganhou, já acertamos o resto de vocês
Depois que todos se divertiram e estavam indo para casa juntos Kody e Agnes estavam sussurrando:
Kody - acho que sei o que houve com aqueles animais
Agnes - tavam possuídos?
Kody - não, perto da floresta tem uma empresa que causa muita poluição, algum lixo altamente tóxico deve ter caído no rio e os animais acabaram o bebendo
Depois de conversarem mais um pouco sobre o assunto acabou que chegaram na casa de Kody
Kody - Agnes, Zake, já ta quase tarde, porque vocês não dormem aqui hoje
Zake - sério mesmo? Legal
Agnes empalideceu ainda mais, não dá, foi mal, vamos Zake
Zake - mas...
Agnes - VAMOS Zake
E eles foram
avatar
Drake Twilight
Treinador Pokémon


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kody e Tory

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum